quarta-feira, 7 de abril de 2010

.1

As vezes chego a ser invisivel' de tão tranparente que sou eu!
GRITO tanto que minha garganta um alto-falante de grande porte , chega a ser 'mudo'.


Ah ... vocês sabem tudo sobre mim ... claro que sabem! Tanta coisa sobre mim ...
As vezes eu me escondo e vc sabe . Escondo o esmalte descascado , escondo as estrias , e até as olheiras , ME escondo. Puxa vida . "QUE VIDA", vida tão gostosa , tão deliciosa , que me faz gozar ela !

Puxa vida . "QUE VIDA" , vida tão grande , que se desiste as vezes na metade do caminho , ou se perde o rumo , e a porta de entrada e saída.

Tá , eu sei ... sei que grito muito , cobro muito , sou mãe dos meus amigos , que alimento todos no meu seio.
E vocês me pariram.

Sou aquele drama mexicano , só porque senti uma pontinha de inveja , me joguei de cima de um prédio de 58 andares , e não toquei o chão NUNCA. Isso tudo porque vc tmbm sabe , que ela também se alimenta de ego !!!

QUE LIXO ...
QUE DROGA ...
QUE TRAGÉÉDIAAAAAAA ....


eu grite ... muda , por dentro ... MENTIRA , eu gritei alto mesmo :) !
Só porque o salto 'fino , elegante , e a cara de inoscencia' pisou em mim ...
Quanta coragem eu tenho , de berrar quem sou !!!
E não , não mudar mesmo que perca , EU NÃO LIGO , não mesmo !!!

Ah maiz esse é o amor , este quem é ele . Incabivel no peito.
Me leva embora , não grita comigo , vou desmoronar , não aguento maiz , eu te amo ...
Ah , esqueço que vc ja sabe , Nem te surpreende , mais esses somos nós.

Um comentário:

  1. Esse texto lembrou a seguinte frase do Niti.

    "Falar muito sobre si próprio pode também ser um meio de se ocultar." "Somente música ruim faz dinheiro hoje." "É bastante difícil lembrar minhas opiniões, sem lembrar também minhas razões por elas!"
    - Friedrich Nietzsche

    Mas o texto é bem mais que isso :)

    ResponderExcluir

consumidores dos meus fragmentos. <3

Loading...