quarta-feira, 12 de agosto de 2009

P.I.E.T.R.A


Pietra, em desespero interno , humidificava seus cilíos com gotas inanimadas de suor...
pisava ,por si só na ponta de seus dedos, batia seus joelhos , e suas veias lácrimais despertavam, enquanto o vento rasgava o canto de suas palpebras, enfraquecia passo à passo em quanto corria. Descordando de contrapartida de sua imaginação, inibida sua vóz era então, o desencargo de seu suspiro, sus joelhos tremiam , o desparate do coração, fadigava interno seu pulmão...Pietra já não mais sentia, pisava na ponta de seus dedos enquanto corria, e arrastava as pontas de suas unhas da mão no chão. Aclamava a si em agonia, enquanto o fogo acendia seu cigarro.. suicidio futuristico, propagava então agonia. No asfalto ,em cimento, seu vestido bordô , se separava entre virgulas.. vulgarizava infantil vestimenta, anarquizava supostos pensamentos, cabiveis à coletiva pretenção, queimavaem febre seus lábios pálidos raxados...Pietra ingeria, do alcool, solução. Arrogancia que já não maiz a cabia, entrava no veiculo, locomoção..na pia de seu hábitat, Pietra lavava sua consciencia, enchugava com vergonha o pó de suas mãos, restaurava pós decadencia o álibi de sua reação.
P.I.E.T.R.A
people envy tears ridiculous all...

3 comentários:

  1. Nyaaa Day...incrivelmente lindo!!!Amei!!!Mas espero que as lágrimas que chorou não volte pelo mesmo motivo!Espero que de tudo certo e que ela não se vá tão cedo!Estarei sempre aqui pra qualquer coisa!Te amo.

    ResponderExcluir
  2. OUHAEOUHAEOUAHE , A Scheer é um amor comigo , não sei como ela ainda me segue meu , HAHAHA , eu tava maiz brizada que o BATMÃ quando escrevi esse ...

    ResponderExcluir

consumidores dos meus fragmentos. <3

Loading...