sábado, 9 de maio de 2009

Cotidiano.

Pode parecer estranho , descrever os dias , explica-los , ou tentar descrevê-los ao menos...
dias iguais , dias estranhos , todos os dias devem ser relembrados
pois ter memória , é não ter paz.
Mas ter memória , pode ser a fonte , de todos os segredos do aprendizado.
O Cotidiano , nada mais é ... doque o passar dos dias , é a contagem regressiva , agressiva
para a morte. Para o fim... Mais oque vem antes do fim? o COTIDIANO.
é: andar pelas ruas , e fazer algo para ser lembrado.
se alimentar , sorrir , chorar , conheçer , desconheçer , aparentar , transparecer , não querer , porém desejar , querer , não ser , não poder , lutar , perder
errar , aprender , sofrer , acordar , adormecer , despertar , trabalhar , ganhar , pagar , não receber , doar , sem querer , querer sem precisar , odiar , amar , sorrir , estar , desaparecer , ser ... contidiane o seu VIVER. e antes do fim , antes do termino da caminhada ... saiba que vc viveu.
Não há motivos , para viver ... Mais viva , para encontrar coisas interessantes , assim como você encontrou algo ou alguém , ate mesmo você .
E como eu encontrei...

Dia pós Dia.

Respirando à calma receitada pelo diagnostico provisório metalinguistico do meu psicológico,
Interno torno toda o sentimentalismo reciclavel , inaproveitavel torno toda a jornada diaria.
e assim , eu ando , eu corro , eu inverto , conometros que não são , os minutos que passaram.
Espelhos que não refletem , mostram então as faces dos cansados, chamados , atores , viventes.
E eu sou , então o onibos o qual eu percorro a cidade...
então cabe à mim , carregar todo o peso , que foi me dado como oferta , desinteresse...
E a cada dois passos que dou então eu corro , eu persigo o sonho .. que ESPERA. acabou de passar por mim , e eu não vi , preocupado , estagnado... diria 'inconformado' , com a situação à qual me envolvo. Sem saber , perceberia então , que todo diagnostico do dia , seria : VIVER.

Em qualquer dia de Abril.
Deixa abrir o chão e vai com ele
Segue em frente e não se queixe.
Tudo passa e isso passa tmbm , junto com os passos , que todo mundo dá , junto com os medos que o mundo inteiro tem.
Em um dia qualquer de Abril , errar não faz mal a ninguem.

Deixa abrir o chão , abra a sua mão , e olhe oq vc pode fazer com ela
suspenda o corpo , estende a alma,
E despensa a calma, grita , solta , se arma.
Mais em um dia qualquer de Abril..
Tanto faz , se faz ou não faz frio.

Debaixo do cobertor, tomando café
Eu esqueço de tudo , mais mantenho minha fé.
Balanço os dedos , esquento o meu pé..
Ligo a TV , mais prefiro deixar no mudo.
Estamos indispostos para novidades peculiares , e mentiras sobre o mundo.
Apaga a luz e me deixa no escuro
é só qualquer dia de abril , congele seu inferno interno no frio.

é só qualquer dia de abril ,
tanto faz esqueça , oque passou , se viu ou se não viu.
é só outro dia de abril.

Rapidamente.
O Olhar segue o sentido do olfato , o tato toca tudo, que não acho , no ato.
eu desfarço desencaixo , me destraio, Me desfaço.
Me embaraço , no compasso , queeu não sei usar, meu passo pisa , na pia pinga à agua , cachaça , nas mãos impecáveis , silencio...
ENCONTREI!
Encontrei ... o caminho que eu não havia procurado
encontrei...a mentira mais bonita.
Demasiado , me desesperei , me desencantei, encherguei atrávesz de veias lacrimais a raiz ocular da verdade , medicina? NÃO. na verdade , mais a verdade? oque é verdade ? na verdade oque eu vi? eu encherguei a 'V-E-R-D-A-D-E' : Veridica estudo raizes doentes [/raios didaticos] acendem a dor exagerada.
Mais eu vi , eu senti a fragrancia , exalado suspiro asmaticos em sua roupa.
Toquei ... a carne suja , que estava dentro , instalado interiormente .
Já estamos atrásados , o relogio me disse , ele me disse , ele me falou 'TIC-TAC'. mais mais mais mais , eu o ignorei. Exemplar? você? nem eu , nem sei , ser exemplar de NINGUEM.
EXEMPLIFIQUE CORAGEM , AMPLIFIQUE A FRASE, E SEJA DONO DA SUA FALHA.
sentido? oque seria sentir?

Um comentário:

consumidores dos meus fragmentos. <3

Loading...